in

Morre a atriz Marisa após longa batalha contra doença degenerativa

O mundo do cinema está de luto após a morte da veterana atriz Marisa Leza, premiada com a Concha de Plata, em San Sebastian. A artista morreu na capital espanhola aos 87 anos após longa batalha contra uma doença degenerativa. A morte da estrela foi anunciada na terça-feira (13) pelos seus familiares nas redes sociais.

Publicidade

Marisa Luisa González Benés, nasceu em 1933 e começou a atuar aos seus 14 anos no filme La manigua sin Dios, em 1949, dirigido por Arturo Ruiz Castillo. 

No ano de 1951 ela foi a protagonista do filme Surcos, filme de José Antonio Nieves Conde onde teve o maior reconhecimento em sua carreira na segunda edição do Festival de Cinema de San Sebastián, onde foi premiada com a Silver Shell.

Publicidade

A atriz também contracenou com vários atores renomados daquela época, como Anthony Quinn, Crónica del Alba, Alberto Sordi, e Richard Burton, em Alexandre o Grande em 1956. 

Publicidade

A atriz se dedicou profusamente ao teatro, com obras como Esquina Perigosa 1963, de JB Priestley; Julio César 1964, de William Shakespeare; Águila de blasón 1966, deValle-Inclán; Fedra 1973, de Miguel de Unamuno; A dupla história do doutor Valmy 1976, Juízes à Noite 1979, ambos de Antonio Buero Vallejo; entre vários outros sucessos em sua carreira.

Publicidade

Marisa se casou em 1957 com o jogador de futebol Mario Durán e teve três filhos, Luis Javier, Yolanda e Cristina. A artista também participou de vários programas de TV e foi protagonista da série de TV La Barraca, em que contracenou ao lado de Victoria Abril e Álvaro de Luna.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional.