in

Doença que matou modelo na passarela do SPFW vem à tona e laudo é divulgado

Reprodução O Globo

No último desfile do São Paulo Fashion Week, um caso inusitado acabou pegando todos os brasileiros de surpresa.
O modelo Tales Cotta, de 25 anos, morreu enquanto desfilava na passarela do maior evento de moda do país. 

Publicidade

Mas o que ninguém poderia imaginar era o que causou a morte tão precoce do modelo. Mas tudo foi revelado nesta quinta-feira e você saberá de tudo agora!

Saiba o que causou a morte de Tales Cotta, de acordo com o laudo do IML

As primeiras investigações foram traçadas e os peritos trabalhavam em cima de uma possível intoxicação alimentar, o que foi descartado pelo IML. Inclusive, Tales era adepto do veganismo.

Publicidade

Tales possivelmente tinha um séria doença no coração, que infelizmente ainda não havia sido diagnosticada. De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal, este problema acabou causando um sério edema no pulmão do modelo, resultando assim na sua morte.

Publicidade

Entenda o que causa o edema pulmonar, doença que pode ter matado o modelo da SPFW

O edema pulmonar é causado pelo acúmulo de líquido nos pulmões e isso acontece principalmente quando o coração está com dificuldades para bombear o sangue. Quando isso ocorre, acontece um aumento na pressão do sangue nos pequenos vasos sanguíneos dos pulmões.

Publicidade

Com o crescente aumento dessa pressão, a única forma de aliviar é liberando o líquido para dentro dos pulmões, líquido este que causa falta de ar, pois o oxigênio fica interrompido.

A família do modelo ainda não se pronunciou sobre o assunto. A mãe de Tales, antes mesmo do laudo oficial, declarou publicamente que agência que cuidava da carreira do filho não teria culpa da morte do rapaz.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.