in

Modelo brasileira, que desapareceu há um ano em Nova York, é encontrada desorientada em favela no Rio

R7 / Extra / Montagem Ghean Fernandes

Após um ano de buscas da família, Eloisa Fontes foi encontrada em uma favela no Rio de Janeiro, na última terça-feira (6), por agentes da Operação Ipanema Presente. A modelo, de 26 anos, que desapareceu no ano passado, após passar uma temporada em Nova York, foi localizada desorientada, e em seguida encaminhada para receber ajuda psicológica.

Publicidade

De acordo com o site Extra, Eloisa estava vivendo no interior do Morro Cantagalo, Zona Sul do Rio de Janeiro, e apresentava sinais de confusão mental no momento em que foi encontrada e levada para a base de apoio social Ipanema Presente. No local, a modelo recebeu os primeiro cuidados e em seguida foi direcionada ao Instituto Municipal Philippe Pinel.

No hospital psiquiátrico, Eloisa, que precisou de internação, começou a cuidar da saúde mental. A Secretaria Municipal de Saúde não deu mais informações sobre o quadro da paciente, afirmando que notícias sobre a modelo seriam passadas apenas para familiares.

Publicidade

O serviço social, que prestou o primeiro atendimento à Eloisa, informou que a mãe da modelo já foi localizada e comunicada sobre a situação da filha, assim como um casal de amigos.

Publicidade

Eloisa Fontes ficou famosa em seu segmento e estampou capas de revistas renomadas como, por exemplo, a Elle, Grazia e Glamour. A modelo ainda representou marcas famosas mundialmente em campanhas publicitárias, como a grife Dolce & Gabbana, até que desapareceu nos Estados Unidos. 

Publicidade

Em 2019, a modelo chegou a ser localizada vagando por Nova York, após cinco dias do desaparecimento, mas voltou a sumir, até ser encontrada no Rio. Mais informações sobre o que teria acontecido com Eloisa Fontes ainda não foram divulgadas.

Publicidade