in

Fantástico exibe denúncia de funcionário sobre irregularidade e mostra vídeo com estrutura instável dias antes de desastre em mercado

Na última sexta-feira (02), o Mix Atacarejo, de São Luís, no Maranhão, foi cenário de um desastre após prateleiras despencarem e atingirem uma funcionária, que veio a óbito no local; diante da tragédia, um inquérito policial foi aberto para investigar o caso. Conforme relatou o Fantástico, neste domingo (04), um colaborador do estabelecimento denunciou irregularidades com a estrutura.

Publicidade

Na reportagem exibida pelo programa da Rede Globo, um funcionário que não teve a identidade revelada afirmou que as prateleiras que desabaram foram trocadas irregularmente e já apresentavam instabilidade dias antes do desastre.

“Eles [funcionários] segurando ela [prateleira], levaram ela, sem que ela estivesse desmontada”, contou o rapaz, mostrando um vídeo feito por ele no local ao denunciar o estabelecimento.

Publicidade

Após analisar a gravação feita pelo funcionário e câmeras de segurança do supermercado, a promotora Litía Cavalcanti, que também concedeu entrevista ao Fantástico, apontou negligência por parte do estabelecimento.

Publicidade

“Em nenhum momento o mercado olhou para a segurança dos consumidores ou dos trabalhadores que passam por ali”, pontuou a promotora, dizendo ainda que a pressa para repor mercadorias teria sido um fator decisivo para as prateleiras despencarem.

Publicidade

Diante do ocorrido, que ocasionou a morte de Elane de Oliveria Rodrigues, de 21 anos, e deixou oito pessoas feridas, o caso segue sendo investigado pela polícia, e um laudo da perícia é aguardado para dizer exatamente o que teria ocorrido para a estrutura desabar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade