in

Reviravolta: Filho de Flordelis volta atrás e nega assassinato do pastor Anderson do Carmo; ‘Fui torturado’

G1/Divulgação/Instagram Flordelis/Fotomontagem Ingrid Machado

O caso sobre o assassinato do pastor Anderson do Carmo pode ganhar um novo capítulo. Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico de Flordelis, havia confessado ter sido o responsável pela morte do marido da mãe. Anderson foi executado a tiros em junho do ano passado na residência da família em Niterói.

Publicidade

Porém, de acordo com o site Extra, Flávio dos Santos voltou atrás e afirmou que não matou o pastor Anderson do Carmo. Em depoimento durante uma audiência virtual, que foi presidida pela juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, Flávio afirmou que não havia participado do crime, e revelou que foi torturado pela polícia após ser preso.

O filho de Flordelis se encontra preso em Bangu 1, no Complexo de Gericinó, no Rio de Janeiro. Flávio foi preso no dia seguinte à morte de Anderson do Carmo e confessou que havia disparado contra o pastor na garagem da residência da família. Porém, na última audiência, Flávio mudou sua versão e afirmou que estava na hora e lugar errados no dia do crime.

Publicidade

Eu, dentro da DH, fui torturado de todos os tipos de tortura que a senhora pode imaginar. Entravam na minha cela. Tortura psicológica, física. Dormi de cueca, em um chão frio, molhado, sem ter colchonete. Eu fiquei mais de 24 horas sem beber água”, contou Flávio. A juíza Nearis dos Santos questionou o motivo pela qual os advogados do réu não tomaram nenhuma providência diante das acusações de tortura.

Publicidade

Flávio dos Santos decidiu se reservar ao direito de não responder a mais perguntas. O filho de Flordelis afirmou que só voltaria a se pronunciar no dia de seu júri. Vários familiares de Flordelis e a própria deputada foram indiciados pelo Ministério Público sobre a denúncia de participação no assassinato de Anderson do Carmo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade