in

Pastor que agrediu esposa durante transmissão ao vivo sem saber que estava sendo filmado recebe dura punição

Marie Claire

Na última semana, uma situação inusitada gerou repercussão na web. Durante o início de uma live, o pastor Edson Araújo agrediu a esposa ao vivo durante a transmissão. Sem saber que a câmera estava ligada, o religioso chamou a esposa de “imbecil”. No referido vídeo que viralizou na web, é possível ouvir o barulho de um suposto tapa enquanto o pastor trata a esposa de forma ríspida.

Publicidade

Após a repercussão negativa, Edson Araújo voltou a transmitir uma live ao lado da mulher e se desculpou pela atitude impensada. O religioso pediu perdão à direção de sua igreja, Deus É Amor, à esposa e aos seus familiares. Edson afirmou que a atitude não condiz com seu caráter e personalidade.

De acordo com Marie Claire, a igreja Deus É Amor decidiu afastar Edson Araújo de suas atividades. A direção do ministério afirmou que repudia toda e qualquer forma de violência contra as mulheres. O pastor David Miranda Neto, líder da igreja, também se manifestou a respeito do caso.

Publicidade

Se necessário for as autoridades também serão envolvidas no caso. Nós não seremos coniventes com nenhum tipo de erro, agressão, nada disso. Somos completamente contrários quanto a isso. A igreja Deus é Amor está fazendo tudo que é necessário fazer no seu âmbito disciplinar interno, essa pessoa já foi retirada do seu cargo e as apurações estão sendo feitas”, disse David.

Publicidade

Publicidade

De acordo com comunicado emitido pela direção da igreja, a atitude de Edson Araújo vai totalmente contra aos princípios seguidos pelo ministério baseados na Bíblia Sagrada. Ainda segundo a nota, a esposa do pastor, Débora, estaria recebendo todo o apoio necessário neste momento.

Publicidade
Publicidade
Publicidade