in

Ex-diretor da Globo, Boni analisa relação da imprensa com Bolsonaro

Reprodução TV Cultura / Reprodução Globo

José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, foi entrevistado pelo programa Roda Vida, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (14). Boni falou sobre diversos assuntos, incluindo o presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido), que foi criticado pelo ex-diretor da Rede Globo.

Publicidade

Boni foi um dos grandes responsáveis pelo sucesso da TV Globo ao longo de sua história. Foi ele quem implatou o padrão Globo de qualidade, uma das marcas registradas da emissora líder de audiência no Brasil até os dias de hoje.

O ex-dirigente da maior emissora do país está com 84 anos e concedeu entrevista de sua casa. Boni mostrou estar antenado em tudo o que acontece no país e afirmou que a guerra de Bolsonaro não é contra a imprensa, mas contra a democracia. A frase forte repercutiu nas redes sociais.

Publicidade

Boni fala da guerra entre Globo e Bolsonaro

Respondendo pergunta do ex-jornalista da Globo, Tonico Ferreira, questionou Boni sobre a guerra entre o presidente e a maior emissora do país. “A primeira coisa que a gente tem que considerar é que a guerra não é contra a imprensa, a guerra não é contra a televisão, a guerra é contra a democracia”, afirmou Boni.

Publicidade

Segundo Boni, o pilar básico de defesa da democracia reside na televisão. O ex-diretor da Globo também afirmou que haverá um desgaste para todos os lados nessa guerra entre políticos e jornalistas, mas garantiu que o jornalismo vai vencer. “A vitória virá”. Pouco antes disso, Boni havia criticado o culto a personalidade e citou Adolf Hitler como exemplo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!