in

SBT é turbinado com verba do Governo Federal e dá rasteira na Rede Globo

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, como a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), comemoram nas redes sociais a compra dos direitos de transmissão da Copa Libertadores da América pelo SBT. A emissora de Silvio Santos se acertou com a Conmebol e vai transmitir a competição a partir da próxima quarta-feira (16). O primeiro jogo a ser exibido será do Palmeiras contra o Bolívar.

Publicidade

Neste sábado, o blog Lei em Campo, do UOL, mostrou que desde que Bolsonaro assumiu a presidência da República, em 2019, o SBT tem faturado mais com verbas publicitárias. Em 2017, a Globo recebeu R$ 23,31 milhões em verbas federais. O SBT ficou com R$ 11,92 milhões, menos da metade do que a emissora da família Marinho faturou.

Em 2019, até o meio do ano, a Globo havia recebido R$ 2,65 milhões, enquanto o SBT ficou com R$ 6,62 milhões, mais que o dobro da rival. No primeiro cenário, de 2017, a Globo detinha 48,25% das verbais federais. No segundo, ficava com apenas 16,38%. O SBT, por outro lado, saltou de 24,8% para 41,01%.

Publicidade

Dinheiro pode ter ajudado SBT e fechar compra dos direitos da Libertadores

A verba federal pode ter ajudado o SBT na compra dos direitos do principal campeonato do continente. De acordo com o UOL, o Tribunal de Contas da União (TCU) está de olho na mudança repentina da distribuição da verba federal. 

Publicidade

Alheio a isso, o SBT se prepara para voltar a transmitir uma competição regular pela primeira vez desde 2003, quando se aventurou no futebol e exibiu o Campeonato Paulista que ficou marcado pela guerra com a Globo nos bastidores. Desta vez, a Globo desistiu da Libertadores e o SBT se acertou com a Conmebol.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!