in

Ana Paula Valadão diz que Aids é doença gerada por gays e que casal hétero não se contamina

Divulgação

Neste sábado, 12 de setembro, o nome da cantora e pastora evangélica Ana Paula Valadão ficou entre os assuntos mais comentados do país nas redes sociais, após um vídeo dela participando de um culto evangélico viralizar. Nas imagens, ela diz que a Aids é uma doença de gays, e que a união de dois homens geraria a doença. 

Publicidade

Em outro ponto das imagens que causaram perplexidade, Ana Paula Valadão chega a dizer que a aliança com Deus, o casamento de pessoas de sexos diferentes, seria sim o melhor método de prevenção contra o HIV. 

“A Bíblia chama de qualquer opção contrária ao que Deus determinou, de pecado. E o pecado tem uma consequência que é a morte. Taí a Aids para mostrar que a união sexual entre dois homens causa uma enfermidade que leva à morte e contamina as mulheres, enfim… Não é o ideal de Deus”, disse a cantora, que é irmã de André Valadão, que nessa semana já havia dito que a igreja não é para os gays. 

Publicidade

Veja abaixo o vídeo em que a cantora e pastora evangélica, Ana Paula Valadão, diz que ser gay é pecado e que um casal de homens gera a Aids, mas que o casamento heterossexual seria a melhor forma de prevenção contra a doença. 

Publicidade

Vale lembrar que o irmão de Ana Paula Valadão, André Valadão, está sendo alvo de uma comissão da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), que avalia se a fala dele sobre igreja não ser lugar para gay é ou não homofobia. Desde o ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) entende que a homofobia é um crime equivalente ao do racismo, portanto, tem a mesma tipologia de punição. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.