in

Cantor gospel famoso afirma que ‘igreja não é para gays’ e gera enorme revolta nas redes sociais

Pinterest

Pastor evangélico e cantor de sucesso na música gospel, André Valadão causou uma forte polêmica nesta semana em suas redes sociais. Na visão do religioso, homossexuais não devem frequentar a igreja. Responsável por liderar a Igreja Batista da Lagoinha, ele disse que “cada um (gays e cristão) deve saber o seu lugar”.

Publicidade

A polêmica foi iniciada após André Valadão se posicionar diante de uma pergunta de um seguidor, que questionava qual seria a postura dele ao tomar conhecimento que dois rapazes membros da igreja estariam namorando.


“A igreja tem um princípio bíblico. E a prática homossexual é considerada pecado. Eles podem ir para um clube gay. Mas, na igreja, não dá. A igreja é lugar de quem quer viver princípios bíblicos. Não é sobre expulsar. É sobre entender o lugar de cada um”,
disse André Valadão.

Publicidade

Pouco depois da resposta do cantor, o caso foi amplamente repercutido de forma negativa nas redes sociais, e ele acabou apagando a postagem. No entanto, vários prints da declaração circulam na web.

Publicidade

Repercussão

Nas redes sociais, o assunto teve uma ampla repercussão, com inúmeros comentários repudiando a declaração de André Valadão. Alguns chegaram a utilizar a deputada federal Flordelis como “exemplo” a ser seguido, obviamente de forma irônica. 

Publicidade

“Não é lugar de gay, mas assassino é recebido de braços abertos!”Enfim, a hipocrisia”, disse um internauta ironizando a situação.

“Cantor evangélico André Valadão diz que casais gays não podem frequentar igreja.
Para alguns crentes, igreja só é lugar de ganhar dinheiro com música, explorar filhos, matar marido e sonegar imposto”
, disse outro usuário do Twitter.

Depois da polêmica, André Valadão ainda não voltou a falar sobre o assunto em suas redes sociais.

Publicidade