in

Jornal Nacional abre com bomba sobre o Brasil e antecipa falha da vacina contra coronavírus

O Jornal Nacional, com a chamada do apresentador William Bonner, antecipou na noite desta última terça-feira que um grave problema teria causado as interrupções dos testes com a vacina contra o coronavírus, que era uma das desenvolvidas em parceria com o governo brasileiro.

Publicidade

Para se ter uma noção da dimensão do problema, a vacina estava com uma excelente aceitação e em estágio final de testes para implementação. Pela manhã, já com matérias mais atualizadas, a Unifesp afirmou que mais de 5 mil brasileiros foram vacinados com a vacina de Oxford.

O Jornal Nacional, da Rede Globo, noticiou que os testes da vacina de Oxford foram interrompidos após um dos voluntários ter uma chamada reação adversa séria e, por motivos de segurança, todos os novos testes com o imunizante estão temporariamente suspensos.

Publicidade

Após a falha, já que para ser aprovada a vacina não pode produzir tão grave reação, os pesquisadores agora correm contra o tempo para minimizar os impactos no calendário esperado de lançamento da medicação.

Publicidade

Unifesp é uma das representantes brasileiras nos estudos da vacina de Oxford

A Rede Globo, através do Portal G1, informou que a instituição foi convocada a se manifestar sobre o problema que ocorreu com um dos pacientes no Reino Unido. A Unifesp disse que no Brasil, cerca de 5 mil pessoas receberam a dose da vacina contra o coronavírus e que nenhum caso do tipo foi registrado no país.

Publicidade

Entretanto, o levantamento informou que todos os novos testes e aplicações d vacina de Oxford estão temporariamente suspensos.

Publicidade

Escrito por Evandro

O mundo do entretenimento é a minha vida.