in

Vídeo: Goleiro Bruno abandona entrevista ao ser questionado sobre assassinato de Eliza

O Tempo

Julgado e condenado pelo ordenar o crime de assassinato contra Eliza Samudio, o goleiro Bruno foi o entrevistado do programa Conexão Repórter, do SBT, nesta segunda-feira (07). Tentando retomar a sua carreira no futebol, o ex-arqueiro do Flamengo voltou aos gramados após ser contratado pelo Rio Branco, clube pelo qual já disputou algumas partidas do estadual, contudo, ainda segue sendo alvo de inúmeras críticas e protestos por ter retomado à normalidade.

Publicidade

No papo com Roberto Cabrini, Bruno se mostrou bastante limitado a falar sobre o crime de assassinato de Eliza, e se mostrou irritado quando o jornalista voltou a tocar no assunto quase no fim da entrevista. Nitidamente insatisfeito, ele rebateu o apresentador, retirou a aparelhagem de captação de áudio, e abandonou a entrevista.

“Se você me perguntar novamente sobre isso, eu me levanto e vou embora. Acho que já falei até demais. Você veio aqui para fazer a entrevista pra falar sobre recomeço, sobre uma outra situação, e você mudou o ciclo, então acho melhor terminar por aqui”, disparou Bruno, que na sequência retirou o microfone e abandonou o local da entrevista.

Publicidade

Enquanto o arqueiro levantava, Cabrini disse: “Vamos falar sobre recomeço então“. Contudo, ao que tudo indica, a entrevista terminou neste instante.

Publicidade

Consciência tranquila

Questionado sobre o assunto anteriormente na entrevista, Bruno afirmou que passados dez anos do crime de assassinato de Eliza ele tem a “consciência tranquila”, e não se vê na obrigação de pedir perdão para mais ninguém. 

Publicidade

“Não (devo pedir perdão para ninguém). Todas as pessoas que pedi perdão já me perdoaram. Durmo com a minha consciência tranquila. Lógico que não (foi justa a condenação). Tem uma pancada de erro. Não sou bandido. As pessoas falam o que elas querem”, disse o goleiro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade