in

O drama da Rede Globo em 76: incêndio destruiu sede e queimou arquivos durante Jornal Hoje

Area Vip

A Rede Globo, emissora criada pelo empresário Roberto Marinho, é atualmente uma das mais populares do Brasil, além de ser o segundo maior canal do mundo, perdendo em audiência apenas para a ABC.

Publicidade

Mas quem assiste à programação da Globo hoje, como filmes e novelas, foi pode nem imaginar o desastre que a emissora passou há algumas décadas. A situação provocou um enorme transtorno nos funcionários e também na família Marinho.

No dia 4 de junho do ano de 1976, a Rede Globo sofreu um incêndio de grandes proporções, que devastou a sua sede, no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. O fogo começou enquanto a emissora estava apresentando o Jornal Hoje, e o diário acabou saindo do ar imediatamente.

Publicidade

O incêndio, segundo a imprensa, aconteceu depois de um curto-circuito. As chamas se espalharam através de dutos e atingiram grande parte das instalações da Globo, provocando a destruição de itens de extrema importância.

Publicidade

Pouco depois do incêndio, o sinal do canal retornou, mas da filial de São Paulo. Cid Moreira e Sérgio Chapelin, que na época estavam no comando do Jornal Hoje, tiveram que se deslocar para a capital paulista para seguir com a programação.

Publicidade

Cerca de duas horas depois que as chamas tomaram conta da Globo, Alice-Maria, que na época era editora-chefe, se deslocou para São Paulo para a exibição do Jornal Nacional, no qual mostraria imagens do incidente ocorrido na emissora.

O incêndio, que queimou grande parte dos equipamentos e arquivos da Globo, provocou um prejuízo de cerca de 170 mil cruzeiros na época. As chamas duraram cerca de quatro horas até serem apagadas pela equipe dos bombeiros.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.