in

Em troca de mensagens com filho, Flordelis chama marido de ‘traste’ e planeja assassinato: ‘simula um assalto’

Veja SP

Na manhã desta segunda-feira (24) as investigações em torno da morte de Anderson do Carmo ganharam um novo capítulo com a prisão de seis filhos de Flordelis e a informação de que a deputada seria a mandante do assassinato do pastor. No início da tarde, novas informações vieram à tona através do G1, que publicou uma troca de mensagens entre a pastora e o filho André Luiz de Oliveira.

Publicidade

De acordo com site, Flordelis teria planejado a morte de Anderson do Carmo através de conversa via mensagens de texto. Em um dos trechos divulgados pelo G1, a deputada oferece dez mil reais para que o marido seja assassinado. 

“Simula um assalto, ele foi para o Rio hoje e aproveita e já espera ele na volta. Se voltar no dele, melhor ainda.”, revela a mensagem reproduzida pelo G1. Flordelis ainda pede que outros passageiros que estariam no carro do pastor não fossem atingidas.

Publicidade

A troca de mensagem com o filho teria ocorrido em fevereiro de 2019, mas não seria a primeira vez que a deputada pediria pela morte do pastor. Em outra conversa, que teria ocorrido em outubro de 2018, a pastora implorou para que André a ajudasse a “por um fim” na vida de Andersson.

Publicidade

“André, pelo amor de Deus, vamos por um fim nisso. Me ajuda. Cara, to te pedindo, te implorando. Até quando vamos ter que suportar esse traste no nosso meio?”, disse a deputada insistindo e alegando que faltaria pouco para o plano ser colocado em prática.

Publicidade

Segundo o G1, o conteúdo das mensagens trocadas entre mãe e filho foi obtido pela Polícia Civil e o Ministério Público estadual do Rio de Janeiro (MP-RJ), que conseguiram recuperar a conversa; o celular da deputada até o momento não foi localizado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade