in

Evangélica assumida, Priscilla Alcântara diz o que pensa sobre o aborto da menina estuprada e cita o Evangelho

Reprodução: Instagram Priscilla Alcântara / Revista Crescer - Globo

Na semana do dia 10 de agosto o caso da menina de 10 anos que engravidou ao ser estuprada pelo próprio tio chamou a atenção de todo o Brasil. O caso aconteceu na cidade de São Mateus, localizada ao norte do Espírito Santo e a gravidez foi comprovada com a realização de um exame após a garota dar entrada em uma unidade de saúde da cidade queixando-se de dor no abdômen.

Publicidade

Na sexta-feira, 14, o juiz da Vara da Infância e da Juventude da cidade de São Mateus, Antônio Moreira Fernandes, determinou que a criança fosse submetida ao abortamento.

A atitude da justiça, no entanto, provocou a intervenção de religiosos no último domingo, 16, quando um grupo de cristãos se reuniu em frente ao Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, em, Recife, no Pernambuco, para onde a menina foi transferida, com o objetivo de protestar contra a realização do aborto.

Publicidade

Após a ação dos religiosos, Priscilla Alcântara, representante da música evangélica atual, manifestou-se em suas redes sociais contra atitudes religiosas fanáticas. Em um tweet, Priscilla escreveu: “O crente (incluindo eu) precisa urgentemente rever as prioridades do Evangelho. Fanatismo religioso mata”.

Publicidade

Respondeu um comentário da seguidora

Posteriormente à publicação da cantora, uma seguidora acusou-a de omissão frente ao caso: “Aguardando seu posicionamento oficial sobre essa crueldade que cristãos estão fazendo com essa criança. Omissão é cumplicidade”, disse a mulher. Como resposta, Priscilla argumentou que seus tweets são claramente contrários ao posicionamento dos manifestantes. “Omissão onde? Meus tweets de indignação são claramente ao tal posicionamento ‘cristão‘”, afirmou.

Publicidade

Priscilla curtiu uma publicação de Leandra Leal

Além disso, Priscilla curtiu o post da atriz Leandra Leal, que diz que ‘um pedófilo estuprador está foragido. Esse é o crime“, destacando a necessidade de cobrar das autoridades a busca do tio da jovem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade