in

Tiro na Casa Branca: jornalistas da Globo News ficam isolados, após suposta ameaça à Donald Trump

UOL

Nesta segunda-feira, 10 de agosto, a tensão tomou conta de um dos lugares mais importantes do mundo, a Casa Branca. Um tiro foi ouvido do lado externo do local, enquanto o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fazia uma coletiva para jornalistas. A TV Globo tinha representantes no local, como uma repórter da Globo News, que entrou ao vivo instantes após a sala da coletiva ser fechada. 

Publicidade

Globo News mostra momento de tensão de repórter após tiro ser ouvido na Casa Branca

Na gravação, cujo vídeo pode ser visto ao longo deste artigo, profissionais que estão usando máscaras de proteção, vão até à uma janela. Eles tentam olhar pelo local para ver se acham alguma coisa. O presidente dos Estados Unidos que estava no local foi retirado, às pressas, após o suposto disparo ser ouvido. 

A repórter da Globo News entrou com apreensão ao vivo. Ela disse que os jornalistas teriam ficado trancados dentro de uma sala da Casa Branca e que deveriam aguardar até que mais informações fossem dadas pelo Serviço Secreto Americano. 

Publicidade

Publicidade

“A gente ainda não pode sair daqui, a porta está trancada. Eu não consigo sair, os repórteres que estavam na coletiva ainda estão aqui”, disse a jornalista. Veja abaixo o vídeo que mostra os momentos de tensão na Casa Branca, após um tiro se disparado. 

Publicidade

A repórter mais tarde reapareceu para dizer que os jornalistas estavam liberados. Trump também comentou o episódio. “Me sinto muito seguro com o Serviço Secreto, eles são pessoas fantásticas. São os melhores dos melhores, são muito bem treinados”, disse ele.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.