in

Vídeo: Jornal Nacional exibe Constituição brasileira ao vivo em meio aos 100 mil mortos

Neste sábado, 8 de agosto, o telejornal mais famoso do país deu com destaque os 100 mil mortos da Covid-19. Em um editorial de quatro minutos, William Bonner e Renata Vasconcellos fizeram uma retrospectiva da pandemia no país. O telejornal ainda exibiu a Constituição brasileira. 

Publicidade

O telejornal citou o artigo 196 da constituição brasileira, argumentando que a saúde é um direito de todos. “O presidente cumpriu esse dever?”, questiona Renata Vasconcellos. Os apresentadores também fazem a mesma pergunta aos governadores do país e chamam o isolamento por aqui de “capenga’. 

É claro que  o momento de revolta do telejornal tomou conta das redes sociais. “Belo editorial. Obrigada por iniciarem o JN de maneira tão séria como hoje puxando atenção de todos”, disse um dos internautas ao falar sobre o assunto. 

Publicidade

A apresentadora Renata Vasconcellos ainda diz que respeita a dor de todos em meio à pandemia. “100 mil pessoas. Nós reconhecemos a dor de todos os que perderam alguém querido nessa pandemia. Nós respeitamos essa dor e manifestamos a nossa solidariedade irrestrita com cada um”, disse o telejornal mais assistido do país. 

Publicidade

Veja abaixo o vídeo do Jornal Nacional em que os apresentadores falam sobre o grande número de mortos, que agora chega a 100 mil pessoas no Brasil. 

Publicidade

Ao final da edição, o Jornal Nacional colocou no ar um telão comunicando o número atualizado de vítimas. Novamente, o programa terminou em silêncio, lembrando essa triste marca que o país chega nesse instante. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.