in

Caso Ronaldinho: novo episódio aumenta tensão e ameaça de morte é revelada

TV ABC Color

Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto de Assis Moreira, seguem presos no Paraguai desde o dia 6 de março. Quase cinco meses se passaram a até agora não há indícios de que os brasileiros deixarão a prisão domiciliar e poderão voltar ao Brasil. Prisão como a deles pode demorar até seis meses no Paraguai.

Publicidade

Ronaldinho e Assis foram detidos no dia 4 de março, quando chegaram à Assunção. Eles estavam no hotel quando receberam a visita de autoridades locais. Os dois portavam cédulas de identidade e passaportes falsos. Dois dias depois, foram encaminhados à Agrupación Especializada, presídio de segurança máxima que detém ex-policiais que cometeram crimes.

Em 7 de abril, após diversas tentativas da defesa, a Justiça paraguaia autorizou os brasileiros a irem para prisão domiciliar. Eles estão no Hotel Palmaroga, no centro histórico de Assunção. O local é de luxo e Ronaldinho e Assis não podem sair de lá. O advogado Sérgio Queiroz, além de um funcionário da família, os acompanha.

Publicidade

Advogado de Daila López afirma que ela está sendo ameaçada

Ronaldinho é uma das celebridades mais conhecidas em todo o mundo. O jogador foi para o Paraguai para participar de um evento beneficente organizado por Dalia López. A empresária teve a prisão decretada e segue foragida. Seu advogado, Marcos Estigarribia, deu entrevista à TV ABC Color e afirmou que ela vem sendo ameaçada de morte.

Publicidade

Segundo o advogado, existiria um preço pela cabeça de Daila. Estigarribia garantiu que sua cliente trabalha com a lei e fez acusações ao ex-diretor de Migrações, Alexis Penayo que, segundo ele, é o responsável pela falsificação de documentos.

Publicidade

“Alexis Penayo é o único responsável pela falsificação de documentos. Até agora, ele não foi convocado. Ele é amigo de Omar Legal (promotor de investigação) e atualmente é assistente fiscal. Há um preço para a cabeça da minha cliente. A informação que me veio é que, se pegarem (Dalia), Marcelo Pecci ou Osmar Legal ganharão o cargo de ministro do Interior”, afirmou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!