in

Grevista entra ao vivo na TV Globo e detona os que ficaram mais ricos na pandemia

Reprodução/TV Globo

O jornalista Rodrigo Bocardi apresenta o programa Bom Dia São Paulo, transmitido pelas manhãs para todo o estado de São Paulo, na Rede Globo de Televisão, e costuma dar espaço aos manifestantes ou grevistas para falarem sobre os temas que defendem.

Publicidade

Na cidade de São Paulo, vem acontecendo uma paralisação no Metrô que transporta milhões de paulistanos todos os dias. Bocardi, então, concedeu espaço ao Altino de Melo Prazeres Junior, presidente do Sindicado dos Metroviários de São Paulo, para explicar o porquê de estar acontecendo a greve. Assim que chamou o entrevistado, Bocardi questionou o metroviário sobre a necessidade da greve.

Publicidade

Publicidade

Como é que o Sindicato enxerga uma greve no meio de uma pandemia, de um serviço essencial, transportando milhões de pessoas, que tiveram reduções de seus salários, que estão em busca de um emprego, que estão em atendimento médico? Vocês consideram razoável uma paralisação no meio de uma pandemia“, disse.

Publicidade

Altino pôde explicar para o jornal o motivo da greve e, assim, protagonizou uma fala que foi repercutida por muitos internautas, que concordaram com o seu posicionamento em relação à greve. Muitos consideraram que Altino ‘jantou’ os mais ricos.

Eu considero. Teve uma reportagem no G1, onde disse que os 42 bilionários do Brasil aumentaram suas riquezas em período de pandemia. Eu pergunto: é justo os mais ricos, os bilionários desse país, ficarem mais ricos no período de pandemia? (…) A luta dos metroviários foi para resistir para que a gente mantenha o nosso nível de vida“, afirmou, categoricamente.

O vídeo do trecho da entrevista foi compartilhado diversas vezes nas redes sociais. Um dos artistas que apoiaram Altino foi o ator e ativista Gregório Duvivier, e, com isso, milhares de pessoas comentaram sobre o assunto.

Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com