in

Edir Macedo se pronuncia após ter sido aprovado para receber o auxílio de R$600 do governo

Instagram @edirmacedo

No início deste mês de julho, o TV Prime trouxe com exclusividade a informação de que o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da RecorTV, estava na lista de pedidos do Auxílio Emergencial.

Publicidade

O benefício, que foi criado para ajudar no enfrentamento da crise, causada pela pandemia do coronavírus, é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados.

Diante da repercussão, a Universal publicou, por meio do site oficial, uma nota e tratou a informação como sendo “uma fake news criada para atacar o líder espiritual da Igreja Universal do Reino de Deus.” 

Publicidade

O pedido de Auxílio Emergencial em nome de Edir Macedo foi aprovado, como mostra uma matéria publicada ontem, 23 de julho, aqui no TV Prime. 

Publicidade

Edir Macedo se pronuncia após repercussão

A informação novamente ganhou destaque nas redes sociais, e Edir Macedo resolveu se pronunciar, por meio do UNIcom – Departamento de Comunicação Social e de Relações Institucionais da Universal – para esclarecer as providências que vem tomando: “A Igreja Universal do Reino de Deus reitera que o Bispo Edir Macedo jamais solicitou o Auxílio Emergencial. Assim que a Universal teve conhecimento do fato, informou o Governo Federal sobre a fraude com a utilização indevida dos dados do Bispo Macedo para a requisição do benefício, e requereu o imediato cancelamento do pedido”.

Publicidade

A redação do TV Prime também recebeu a cópia do pedido protocolado na Controladoria-Geral da União (CGU), documento este, que solicita o cancelamento do pedido de Auxílio Emergencial, realizado indevidamente em nome de Edir Macedo.

“O Sr Edir Macedo Bezerra, por seu advogado, vem denunciar que o seu nome e os seus dados foram utilizados indevidamente (fraudados) para solicitação do auxílio emergencial concedido pelo Governo Federal.
Tomamos conhecimento dos fatos por publicações da internet e ao consultar o site da caixa, verificamos que houve a solicitação indevida em seu nome e que o pedido está em fase de análise. Desta forma, a fim de evitar o saque e a fraude no recebimento do benefício, requeremos o cancelamento do pedido de auxílio emergencial realizado indevidamente em nome do Sr. Edir Macedo Bezerra”,
 esclarece a nota.

Pedido de Auxílio Emergencial em nome de Edir Macedo continua aprovado

Mesmo com o pedido de cancelamento do benefício por parte de Edir Macedo, a equipe de apuração do TV Prime realizou uma nova consulta, na tarde de hoje (24), e ainda constava como ‘aprovado’ no site da Dataprev, conforme imagem abaixo. 

Milhões de brasileiros tiveram o Auxílio Emergencial negado

Sem poder trabalhar, devido ao isolamento social imposto pela pandemia, muitos trabalhadores perderam sua fonte de renda e realizaram o pedido de Auxílio Emergencial. Contudo, a Caixa informou que mais de 42 milhões de brasileiros tiveram o pedido negado, além de quase 17 milhões de inscrições classificadas como inconclusivas – quando faltam informações para o processamento integral do pedido.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.