in

Renata diz ao vivo no JN se Brasil participará de programa de vacinas de Covid-19 da OMS

Reprodução Globo

O jornalismo tem sido fundamental para que as pessoas fiquem bem informadas em tempos de pandemia do novo coronavírus. Neste quesito, o Jornal Nacional, da Rede Globo, reina soberano. Líder absoluto de audiência em todo o país, o telejornal tem dado amplo espaço às notícias sobre a pandemia.

Publicidade

Todos os dias, os milhões de brasileiros que ligam a TV na Globo para acompanhar o Jornal Nacional recebem informações atualizadas sobre a pandemia no Brasil e no mundo. O JN lidera a audiência e os números são expressivos em São Paulo, principal mercado publicitário do país.

Na Grande São Paulo, o jornalístico lidera a audiência de forma ininterrupta desde 2015. Naquele ano, a novela Os Dez Mandamentos, da Record TV, encostou no JN e chegou a liderar a audiência. Em tempos de pandemia, a audiência do Jornal Nacional cresceu e a média diária fica acima dos 30 pontos.

Publicidade

Jornal Nacional informa sobre a Covid-19

Nesta quarta-feira (15), o Jornal Nacional deu importante notícia envolvendo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil e outros 74 países. “A OMS anunciou hoje que 75 países, entre eles o Brasil, manifestaram interesse em participar do programa pra acelerar o desenvolvimento, a produção e a distribuição igualitária de vacinas contra a Covid-19”, anunciou Renata Vasconcellos.

Publicidade

“Esses governos vão ajudar no financiamento do projeto que também beneficia 90 países de baixa renda”, completou a colega de bancada de William Bonner. O Jornal Nacional é exibido de segunda a sábado por volta das 20h30.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!