in

Resumo A Escrava Isaura (13/07): morte de Leôncio faz Isaura se tornar principal suspeita

RecordTV

No capítulo de A Escrava Isaura, nesta segunda-feira, 13 de julho, na RecordTV, Isaura é acusada de matar Leôncio.

Publicidade

Ainda no mesmo capítulo, Leôncio dá um beijo em Isaura, que continua desacordada. Tomásia continua dando forças para seu marido, que está muito abalado por conta do rapto de sua filha, não conseguindo imaginar o que ela está passando nas mãos de Leôncio.

Henrique decide ir em busca de Isaura. Rosa e Joaquina rezam para ter alguma ideia do paradeiro de Isaura, quando se lembram da casa abandonada que existe dentro da fazenda. Sebastião pensa na mesma casa.

Publicidade

Malvina pega uma arma e vai atrás de Leôncio

O Coronel resolve ir ao local para tentar fazer alguma coisa por Isaura. Malvina, não querendo deixar seu pai ir sozinho, pega uma arma e vai atrás dele. André conta para Álvaro da cabana, alegando que Isaura pode estar nela.

Publicidade

Joaquina avisa Miguel e Tomásia sobre o que ficou sabendo, fazendo os dois decidirem ir atrás de Isaura. João também pensa na mesma cabana, indo para o local. Branca ri da situação de Isaura, desejando tudo de pior para ela.

Publicidade

Leôncio leva facada

Leôncio chora aos pés de Isaura ao acreditar que ela esteja morta. De repente, uma faca é cravada no fazendeiro, que morre na hora. Ao acordar, Isaura fica assustada com a cena, tentando salvar Leôncio, mas é flagrada com a faca nas mãos.

O Sargento de Milícias dá voz de prisão para Isaura. Em seguida, todos os que estão indo para a cabana chegam ao local, olhando para Leôncio morto, ficando com cara de que estavam desejando a morte dele. Na delegacia, João questiona para saber quem foi o assassino.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.