in

Sem máscara no rosto e próximo a jornalistas: Jair Bolsonaro é acusado de expor a imprensa ao coronavírus

TV Brasil/Reprodução | UOL/Divulgação

Jair Bolsonaro recebeu na porta do Palácio da Alvorada nesta terça-feira (7) jornalistas da Record, TV Brasil e CNN Brasil, para anunciar que testou positivo para o novo coronavírus. Algumas atitudes emblemáticas do presidente da República foram alvo de críticas. Além de manter uma distância muito curta dos repórteres, ele retirou a máscara de proteção do rosto em determinado momento, para “provar” que estava bem de saúde. “É para vocês verem minha cara, eu estou tranquilo, estou bem, tudo na paz“, afirmou, após pedir para os jornalistas tomarem um pouco de distância.

Publicidade

Jair Bolsonaro é alvo de críticas

Especialistas da área de infectologia, assim como anônimos, criticaram a postura do presidente da República. Estando ele contaminado, e mantendo pouca distância dos repórteres, além de retirar a máscara para falar, acabara por tornar alta a possibilidade dele próprio contaminar as pessoas que estavam ao seu redor.

Sobre isso, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) enviou para as emissoras de televisão uma nota recomendando a suspensão imediata das coberturas presidenciais em Brasília. A mesma entidade criticou o presidente da República, afirmando que ele está colocando os profissionais da Imprensa em risco.

Publicidade

SJPDF diz que Bolsonaro está colocando repórteres em risco 

“Imagens e denúncias que chegaram ao SJPDF comprovam que o presidente da República, positivo para a covid-19, colocou em risco os jornalistas e as equipes ao fazer o anúncio. Por que o presidente não solicitou que um médico o fizesse? E qual será a postura daqui para frente”, questionou o sindicato em nota. 

Publicidade

A mesma entidade pediu ainda que todos os jornalistas envolvidos na entrevista com Jair Bolsonaro na manhã desta terça-feira (7) sejam isolados por um prazo de 10 dias. A Record TV já anunciou que Thiago Nolasco, o jornalista presente na ocasião, está afastado de seus trabalhos pelo prazo de 7 dias. De acordo com o sindicato, caso alguns dos profissionais da Imprensa que tiveram contato com o presidente forem diagnosticados com o novo coronavírus, não está descartada uma ação contra o presidente perante a Justiça brasileira.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com