in

Ator Flávio Migliaccio estava envolvido em processo contra emissora

Area Vip

Na última segunda-feira (04/05), a notícia do falecimento do ator Flávio Migliaccio foi um dos tópicos mais comentados do Brasil. O artista, que tinha 85 anos de idade, foi encontrado sem sinais de vida por seu caseiro, em um sítio que ele tinha no Rio de Janeiro. A morte pegou muitos fãs do famoso de surpresa.

Publicidade

Flávio fez diversos papéis em novelas da Rede Globo. Além disso, ele trabalhou por vários anos para a extinta TVE, onde fazia Tio Maneco, um trabalho de muito sucesso na época. Mas o que muitos não sabem é que o ator teve problemas com a emissora e até moveu um processo contra ela.

A desavença ocorreu depois que a emissora, que foi sucedida pela Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto, destruiu fitas que continham cerca de 400 episódios do sério Tio Maneco, feito com a direção e o protagonismo de Flávio. Ele processou a TVE em busca de receber os direitos pela perda de seu conteúdo.

Publicidade

Processo havia sido definido antes de ator falecer

Antes de morrer, Flávio já havia ganho o processo, que perdurou por cerca de 20 anos na Justiça. O valor que ele deve receber é referente à indenização e também metade da quantia das fitas de rolo que foram desgastadas, mas a quantia ainda deverá passar por avaliação de um perito judicial.

Publicidade

Depois que a morte de Migliaccio foi anunciada, os advogados da Associação fizeram contato com a família do artista revelando que haviam feito um pedido de suspensão da ação até que um sucessor do ator se apresente. Neste caso, o sucessor de Flávio deve ser seu filho, Marcelo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.