in

Mari Palma chora ao vivo na CNN por não poder encontrar pai cego em meio ao coronavírus

CNN

Mari Palma chora na CNN ao falar sobre distância por coronavírus do pai cego. Neste final de semana, a apresentadora Mari Palma, da CNN Brasil, emocionou-se ao falar da distância que está da família. Durante um bate papo na CNN sobre o coronavírus, Mari Palma lembrou que mora na mesma rua que os pais, mas por conta da Covid-19 não está podendo encontrá-los. 

Publicidade

Mari Palma falou então do pai, que é cego e, por isso, não tem como vê-la nas chamadas videochamadas. Mari Palma lembrou que o enxergar do seu pai era através do toque. Ela queria saber de Mario Sergio Cortella, importante filósofo, como alguém passava por uma situação como essa. No entanto, ainda na pergunta para o especialista, Mari Palma foi às lágrimas, emocionando também as demais apresentadoras que estavam no estúdio da CNN. 

“Quando o senhor falou sobre família…isso é algo que me toca muito. Moro perto dos meu pais, na mesma rua. Estamos longe e perto ao mesmo tempo. Eu tenho um pai que é deficiente visual, que não me vê. O toque faz muita falta pra ele”, disse a jornalista, que chegou a ter o coronavírus e, por isso, tem evitado ver a família. 

Publicidade

Veja abaixo o vídeo que mostra Mari Palma chorando ao falar sobre o tempo que está longe do pai, que é cego e, por isso, fica ainda mais distante dela em meio à essa pandemia. 

Publicidade

View this post on Instagram

… uma das coisas que tira minha fé é quando a pessoa perde a capacidade de emoção”, disse o @cortellaoficial. e quando ele falou de família, não deu pra segurar. dói muito pensar no tempo que tá passando e nos momentos que a gente tá perdendo ao lado dos nossos, mas é uma escolha feita justamente por amar demais. e quando tudo isso passar, com certeza meus pais e meus sobrinhos vão falar esse “LARGA DEU” que o professor diz na entrevista porque eu vou grudar e esmagar demais. . . mais uma aula no nosso “o mundo pós-pandemia” na @cnnbrasil. que sorte fazer parte desse time com entrevistados gigantes e parceiras incríveis. pra quem perdeu, tem o episódio completo no canal da CNN no youtube. obrigada por todas as mensagens de carinho, seguimos todos juntos ?✨

A post shared by mari palma (@maripalma) on

Publicidade

O filósofo Mario Sergio Cortella fez questão de dizer que Mari deveria se emocionar e que isso fazia parte do processo da saudade. “Uma das coisas que tira minha fé é quando a pessoa perde a capacidade de emoção“, disse ele ao falar com a apresentadora da CNN Brasil. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.