in

Repórter da Globo confirma que testou positivo o coronavírus: ‘fui infectado’

Divulgação - Globo

Crescendo significativamente nos últimos dias, a pandemia do coronavírus segue assolando o país. Responsáveis por deixar a população informada de todo o cenário atual, os repórteres acabam se expondo ao risco de serem infectados pelo vírus. Através de suas redes sociais, o jornalista Brenno Rayol, que atual como repórter esportivo da TV Liberal (afiliada da Globo no Pará), confirmou que testou positivo para a doença.

Publicidade

Cumprindo o isolamento social determinado pelos médicos, Brenno Rayol revelou que vinha tomando todos os cuidados necessários e recomendados, mas acabou sendo acometido pelo vírus.

“Meu exame saiu e deu positivo para o novo coronavírus. Estou bem. Isolado desde que os sintomas apareceram. Mesmo com todos os cuidados, fui infectado. Ou seja, é uma transmissão muito traiçoeira. Muitas pessoas estão enfrentando esse inimigo de forma cruel”, completou o repórter.

Publicidade

O repórter da afiliada da Globo recebeu inúmeras mensagens desejando a rápida recuperação na luta contra o coronavírus.

Publicidade

“Estimo sua Melhora, minha mamãe e sua fã chama vc de “caçulinha” sentiu sua falta e comentou q vc poderia tá gripado,
se referindo a reportagem na chuva “Esse menino vai fica gripado, tá trabalhando na chuva”
, publicou uma seguidora do jornalista.

Publicidade

Números alarmantes

Mesmo ainda sem ter vivenciado o chamado “pico”, – época onde se registram o maior número de casos – o Brasil já passa por um cenário preocupante na luta contra o coronavírus. No último balanço divulgado pelas autoridades de saúde, no país já se aproximava dos 80 mil casos confirmados. Embora o número de curados seja elevado (35 mil), mais de seis mil pessoas já perderam a vida por conta da doença.

A nível mundial, o Brasil já ocupa o décimo lugar entre as regiões mais afetadas, superando índices da China, que foi o foco inicial da pandemia. Os estudiosos colocam o mês de maio como a época mais delicada no combate ao vírus.

Por isso, a importância de evitar aglomerações e seguir respeitando a quarentena com o isolamento social será determinante para salvar vidas e evitar que os casos disparem em no país.

Publicidade
Publicidade
Publicidade