in

Bolsonaro faz duro ataque à Globo e ameaça não renovar concessão do canal

Globo / Montagem

Bolsonaro volta a atacar a Globo e diz que emissora não pode nem ser chamada de lixo. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, voltou a fazer ataques contra a principal emissora do país, a Rede Globo de Televisão. Nesta quinta-feira, 30 de abril, o político acusou a emissora de estar exibindo falas deturpadas dele. Nesta semana, o famoso “e, daí?”, quando o presidente foi questionado sobre o alto número de vítimas do coronavírus acabou tendo grande repercussão.

Publicidade

Presidente critica a Globo em novo duro ataque contra emissora

Para Bolsonaro, a Globo não mostrou sua fala completa sobre a questão. Além do ‘e, daí’ e de dizer que apesar de ser Messias não fazia milagre, o presidente do Brasil disse que não poderia fazer nada sobre o agravamento da crise do coronavírus. O motivo é que o Supremo Tribunal Federal (STF) teria dito que as decisões da pandemia seriam locais, ou seja, de municípios e dos estados.

Em uma entrevista nesta quinta-feira ao sair do Palácio da Alvorada, o presidente Bolsonaro falou que a TV Globo era uma “imprensa lixo”. Em seguida, ele falou que o canal não podia ser chamado de lixo, explicando o porquê e causando, novamente, polêmica.

Publicidade

Publicidade

“Essa imprensa lixo, chamada Globo, ou melhor, lixo dá para ser reciclado, a Globo nem lixo é, por que não pode ser reciclada. Não vou dar dinheiro pra vocês, Globo não tem dinheiro pra vocês”, disse Bolsonaro ao falar sobre sua relação com a emissora.

Publicidade

Bolsonaro disse ainda que pode não renovar a concessão da Globo. “Em 2022, assim como faço pra todo mundo, vai ter que estar direitinho a contabilidade. Se não estiver tudo certo, não renovo [concessão] de vocês [Globo] nem de ninguém”, disse o presidente Jair Bolsonaro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.