in

Globo critica Bolsonaro, mas usará medida dele para aliviar os cofres

Globo / Montagem

Grupo Globo anuncia corte de 25% em salários de funcionários da editora Globo. A crise já bate na porta de grandes meios de comunicação. O Grupo Globo, que constantemente critica o governo do presidente Jair Bolsonaro, por exemplo, é um dos prejudicados por essa crise.

Publicidade

A Editora Globo decidiu usar uma medida decretada pelo presidente para aliviar os cofres. A informação é do colunista Léo Dias, do portal de notícias UOL, que fez uma matéria sobre a mudança nesta quinta-feira, 23 de abril. Com a medida, o Grupo Globo terá uma redução de 25% nos salários de funcionários da editora Globo

A ação é legal e está valendo desde o decreto do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que foi assinado no dia primeiro desse mês. A medida permite que as empresas reduzam 25% dos salários dos funcionários por três meses, desde que eles concordem com isso.  A empresa, em contrapartida, compromete-se a manter o trabalhador empregado até o mês de outubro. 

Publicidade

Em tempos de crise, essa medida dá alguma estabilidade ao trabalhador em meio a pandemia de coronavírus. O Grupo Globo não é o único. A RedeTV! já havia anunciado a redução de 25% dos funcionários. Já a Band fez isso apenas com o pessoal do jornalismo que é PJ e recebe acima de R$ 10 mil. 

Publicidade

A medida ocorre porque, apesar do aumento de audiência de alguns canais e da internet, a publicidade caiu muito. Com empresas fechadas, muitas delas preferem não fazer qualquer tipo de publicidade, evitando assim também esvaziar os seus caixas em momentos complicados a todos.

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.