in

Resumo Avenida Brasil (22/04): Lucinda confessa ser assassina de Max

Globo

Lucinda resolve se entregar para salvar a pele daqueles que amam, garantindo que acabou com a vida de Max, em Avenida Brasil, neste 22 de abril, quarta, na tela da Globo.

Publicidade

No mesmo capítulo, Nilo confessa para a mãe de seu filho que sempre foi completamente apaixonado por ela, porém, sempre soube que ele não tinha chances de ficar com ela para sempre.

Antes que ele possa continuar falando besteira, Lucinda diz que não quer saber de nada, colocando fogo no barraco dele. Zezé passa a desconfiar de sua melhor amiga, acreditando que ela é uma das pessoas que está envolvida na morte de Max.

Publicidade

Nina acredita que matou Max

Picolé vai até à mansão para falar com Nina. A cozinheira ainda está em estado de choque, acreditando que seja a responsável pela morte de Max. Jorginho pede que ela pare de pensar nisso, pois qualquer um pode ser responsável pelo crime.

Publicidade

Janaína conversa com seu filho, revelando que irá se entregar para a polícia, pois não está suportando mais viver com tanta pressão. Carminha está desolada por causa de Max, chorando desesperadamente em frente ao caixão do amante, alegando que ele foi o único homem que ela amou em sua vida toda.

Publicidade

Morte de Max condena inocente

Ivana tem certeza que Nina não é a assassina de Max, garantindo que ela não seria capaz de matar ninguém. Mais tarde aconselhando Carminha, Santiago pede para a filha ficar do seu lado, sabendo que eles podem fazer muitas coisas juntos.

Para não deixar que Nina leva a culpa pelo assassinato de Max, Lucinda vai à cadeia para se entregar, revelando que foi ela que matou seu herdeiro, mas não podia falar porque estava com medo das consequências.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.