in

Lembra deles? Saiba o que aconteceu com o Bonde do Tigrão 20 anos após o sucesso

R7

Nos anos 90 surgiu a Furacão 2000, que se destinava a produzir e lançar fukeiros cariocas. O boom do estilo musical recém-saído das favelas do Rio foi tão grande que ganhou o Brasil inteiro e passou a ser hit nas rádios, além de aparecer na seleção diária de clipes, e presença garantida em programas de TV.

Publicidade

Nessa época, dentre muitos outros artistas do gênero que se lançaram nacionalmente na música, estava o Bonde do Tigrão. Um grupo formado por quatro rapazes da periferia do Rio que cantavam e dançavam. Foram eles que imortalizaram jargões provenientes de hits, como “só as cachorras”, “as preparadas”, “tchuthcuca linda”, entre outros.

O Bonde do Tigrão fez muito sucesso, chegando a ultrapassar fronteiras e se apresentar em outros países. O funk dominou as paradas por alguns anos e logo o mercado mudou e passou pelo pop, sertanejo universitário e hoje o famoso sertanejo sofrência e arrocha.

Publicidade

O que muita gente não sabe é que apesar de não existir mais o glamour de anos atrás e quase não haver divulgação do Bonde do Tigrão, o grupo ainda existe, mas não com a mesma formação. Thiago e Gustavo se converteram ao cristianismo e o segundo até virou pastor. Waguinho decidiu se arriscar em outra paixão além da música: o futebol, jogando pelo CFZ e Bragantino.

Publicidade

O único da formação original que está no grupo até hoje é Leandrinho, que é o vocalista do Bonde. Ele contou em entrevista ao Extra que percebeu a mudança no mercado e no começo, ele e os colegas estranharam bastante a diminuição de convites para programas de TV, já que toda semana eles eram atrações garantidas em programas diversos. Hoje, o cantor afirma que fazendo cinco aparições por ano na TV já o deixa feliz e que se considera muito grato pela vida que leva.

Publicidade

Leandro também salientou que quando o grupo começou a ter problemas, todas as pessoas que se diziam amigas e que eles realmente acreditavam que eram, desapareceram, gerando muitas decepções para os artistas.

Hoje Leandro está com 38 anos e mora na Cidade de Deus. Tem quatro filhos e afirma que ao contrário de muitos artistas que entram em depressão quando o sucesso acaba, ele não passou por isso e é muito de bem com a vida. A aparência do cantor mudou bastante nos últimos anos e quase não lembra o jovem de cabelos descoloridos do começo do Bonde.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades