in

Locke & Key é diversão garantida

netflix

Seriado de sugestivo título (“chave e fechadura”), com autoria ainda mais sugestiva (o criador Joe Hill é filho de Stephen King), Locke & Key da Netflix chega para ocupar um nicho meio esquecido desde que Harry Potter, Narnia e Percy Jackson deram um tempo das telas.

Publicidade

Voltado ao público juvenil, a série é quase uma introdução ao terror do pai, e usa protagonistas da mesma faixa etária do público alvo interpretando os  irmãos da família Locke (“fechadura”) se mudando para uma casa, a mansão “Chave”, após o trágico falecimento do pai. Nessa casa, os mistérios vão se revelando através de enigmas e chaves com características peculiares. 

Somente dessa breve introdução, fica claro que se trata de um passatempo divertido e interessante, minimamente original e que conversa com qualquer público que gosta de mistérios e poderes especiais, mesmo sendo com uma abordagem adolescente. Isso não impede alguns sustos interessantes e momentos de suspenses bem tramados, ultrapassando em muito o que se vê em Sabrina e Riverdale, que tem o mesmo público-alvo.

Publicidade

A descoberta das chaves, do que elas fazem e como elas se relacionam com o passado misterioso do pai falecido conseguem prender a atenção durante a primeira temporada, que têm boas atuações, inclusive da vilã interpretada por uma brasileira.  

Publicidade

Com Locke & Key a Netflix vai reforçando a diversidade de um catálogo próprio, sem a obrigatoriedade de continuações anuais pré-programadas para determinados meses que criaram as famosas regras de temporada e Inter temporada das grandes redes americanas, aumentando a liberdade criativa e respeitando a disponibilidade de seus astros, com seu público sempre tendo o que assistir.    

Publicidade

Bela trilha, belas fotos e enigmas e atuações convincentes fazem de Locke & Key um programa para várias idades e que deixa um gostinho de quero mais ao final de sua temporada de estreia.

Publicidade

Escrito por Bene!

Um curioso acima de tudo. Amante das artes, busco viver sem rótulos e explorar o que a alma pede. Escrevo sobre o que gosto, amo, odeio, me faz pensar e me faz sentir. Espero que minhas ideias, palavras e ações sejam meu legado. Bem vindos e espero que gostem.