in

Lembra da Globeleza? Algo aconteceu e mudou sua vida radicalmente, afastando-a da TV

SBT

Por mais de uma década o brasileiro pôde ver Valéria Valenssa, mais conhecida como a Globeleza, sambando em chamadas da TV Globo. A morena foi o símbolo do carnaval carioca e paulista, transmitido todos os anos pela TV Globo.

Publicidade

Em 2004, a emissora decidiu dispensar Valéria do posto de rainha do carnaval e variar com outras modelos nos anos seguintes. Para Valéria, aquilo foi um grande baque, pois ela amava o que fazia. Em entrevista ao canal de Antonia Fontenelle, A morena chegou a declarar que entrou em depressão após perder o posto, pois tudo era muito novo na sua vida e ela não estava preparada para a novidade. Seu emocional estava ainda mais aguçado na época, pois estava amamentando o filho caçula.

A modelo sentia necessidade de mostrar para TV Globo que mesmo sendo mãe e tendo ganhado alguns quilos, ainda podia ser a musa do carnaval. Foi então que ela fez uma cirurgia e perdeu 12 quilos no período de dois meses, mas de nada adiantou. Ela não era mais a pessoa que a emissora buscava para simbolizar o carnaval e isso a deixou ainda mais triste e deprimida.

Publicidade

Valéria conta que durante essa fase de depressão ao ser demitida, lembrou de um convite que recebeu por funcionários da emissora, para frequentar uma sessão de oração no horário do almoço. Ela então decidiu ir e foi ali que sentiu Deus falar ao seu coração.

Publicidade

A dançarina passou a cuidar de sua vida espiritual e a frequentar uma igreja. Foi se entregando cada vez mais ao que aprendia, deixando para trás o vazio que a depressão lhe causava. Com o passar dos anos, ela se converteu ao cristianismo protestante e seu testemunho de mudança de vida passou a ser um dos mais conhecidos e procurados em igrejas e internet.

Publicidade

Valenssa decidiu abandonar a carreira artística, mas em 2018 foi duramente criticada por religiosos ao aceitar um convite para ir com o marido, o produtor de TV Hans Donner, assistir aos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro, de um camarote. Para muitos, aquilo era um sinal de que ela havia se desviado do evangelho e estava voltando a vida mundana.

Entretanto, Valéria continua firme em seu propósito e seguindo sua religião. Chegou a dar algumas entrevistas nos últimos anos, mas todas relacionadas a sua nova vida após 15 anos como o símbolo do carnaval.

Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades