in

Resumo Éramos Seis (17/02): ao ver Clotilde com Francisco, Maria sente remorço pela filha

Globo

Em Éramos Seis, no capítulo desta segunda-feira, 17 de fevereiro, exibida na tela da Globo, Maria fica mal ao ver Clotilde e Francisco.

Publicidade

Neste mesmo capítulo, os soldados que decidiram participar da guerra começam a ser treinados. Um dos principais destaques, Lúcio é promovido a segundo-tenente. Inês decide se alistar para ajudar como enfermeira durante a revolução.

Shirley não aprova a decisão de sua filha, temendo que ela corra riscos. Genu, conversando com Lola, comenta que Afonso tem sentido sua falta, reclamando que ela não vai mais em seu armazém. Emília não aprova a decisão de sua filha Adelaide, ficando preocupada.

Publicidade

Posteriormente, Felício vai atrás de Isabel para esclarecer algumas coisas. Durante o encontro, Felício comenta que Zulmira não aceitou assinar o papel de sua separação, garantindo que jamais irá se desquitar dele.

Publicidade

Em Éramos Seis, Shirley desabafa com Durvalina

No mesmo dia, Shirley, conversando com Durvalina, desabafa com a empregada sobre seu sonho de reconquistar a família, acreditando que já está próximo de acontecer novamente, pois ela está lutando para que isso se realize.

Publicidade

Julinho, sendo atormentado todos os dias por Soraia, decide escrever uma carta para Lili, alegando que precisa conversar a respeito de seu noivado com ela. Os detetives da cidade comunicam Almeida sobre o perigo que está rondando Itapetininga.

Maria encontra Clotilde e Francisco

Maria, passeando pela cidade, acaba se deparando com Clotilde e Francisco, sentindo-se muito mal com toda a situação. Começam os preparativos para o início da guerra.

Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.