in

Comissária de bordo acusa Pyong de chantagem: ‘Não tem caráter, humilha as pessoas, arrogante’

Instagram/Debora Welker | Reprodução/Globo/BBB

Pyong Lee, confinado no BBB20, está sendo acusado pela comissária de bordo Débora Welker, 30, de ter aplicado chantagem pra cima dela. A brasileira, residente em Dubai, teria se envolvido há cerca de quatro anos com o youtuber, quando conheceu a fundo sua verdadeira personalidade. Para a Coluna do Leo Dias no UOL, ela concedeu uma entrevista falando sobre o caso, que estourou na web após uma sequência de stories que ela publicou em seu perfil no Instagram.

Publicidade

Pyong Lee é acusado de chantagem

Narrando sua história, Débora disse que conheceu Pyong Lee em uma festa. Os dois ficaram, trocaram beijos e continuaram se relacionando por um tempo. Ele, que havia dito ser solteiro, disse que queria namorar sério, pois estava muito envolvido com a jovem. A comissária de bordo alega ter caído no papo do youtuber, e chegou a acreditar que aquilo pudesse dar certo.

Entretanto, Pyong Lee acabou revelando algum tempo depois a verdade que lhe escondia. “Depois que a gente tinha ficado ele falou assim: ‘Acho que está na hora de eu te falar uma coisa, tenho namorada na verdade’. Eu falei: O que? Por que você não me falou isso antes. Aí ele: Mas a gente vai continuar ficando”. A jovem recorda ter ficado revoltada com a mentira, e desde então rompeu os laços.

Publicidade

Cerca de dois meses depois, em outra festa, Débora Welker começou a ficar com outro rapaz. Durante o evento, ele quis lhe apresentar um amigo. Ao chamá-lo, tratava-se de ninguém menos do que Pyong Lee. Os dois se cumprimentaram fingindo não se conhecer, e o clima acabou ficando pesado.

Publicidade

Minutos depois, o garoto que a comissária de bordo estava pegando foi ao banheiro, deixando-a sozinha com o youtuber. Ela pediu para que o brother não dissesse para o amigo que os dois já haviam ficado. “É, eu não vou falar, mas você vai ter que continuar ficando comigo”, teria dito Pyong Lee, a quem Débora Welker acusa de ter cometido chantagem. 

Publicidade

Comissária de bordo julga personalidade de Pyong Lee

Na sequência, ela fez uma série de comentários negativos sobre a personalidade de Pyong Lee. Disse que ele é uma pessoa arrogante, que gosta de humilhar as pessoas que estão ao seu redor e acredita ser melhor do que os outros por ter muito dinheiro. Disse ainda que o youtuber demonstra a imagem de um rapaz amável diante das câmeras pois é um manipulador, e como tal, consegue atuar de modo a fingir ser alguém que não é.

A assessoria de Pyong Lee disse que o youtuber não pode se defender no momento pois está confinado no BBB20. Disse ainda que, após o episódio da festa Guerra e Fogo que começou na noite do último sábado (8), quando o hipnólogo tentou beijar Marcela e passou a mão em Flayslane, várias supostas críticas começaram a surgir nas redes sociais, algo que é facilitado pela grande exposição do programa da Globo. Declarou também que a família do brother acredita que as declarações não são verdadeiras, por não condizerem com a personalidade do famoso.

Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com