in

Contrato de coparentalidade: o documento que pode tirar fortuna de Gugu das mãos de Rose Miriam

Contigo

Rose Miriam teria assinado Contrato de coparentalidade com Gugu Liberato. O programa Fofocalizando revelou que a suposta viúva de Gugu, Rose Miriam, teria assinado um documento nos Estados Unidos conhecido como Contrato de coparentalidade. O documento teria sido lavrado no ano de 2011 e deixaria claro que Rose Miriam nunca foi esposa de Gugu, mas que os dois se uniram apenas para ter filhos. 

Publicidade

Contrato de coparentalidade: Documento assinado nos Estados Unidos pode complicar vida de Rose Miriam

Contrato de coparentalidade não é regulamentado no Brasil, mas Gugu vivia com sua família nos Estados Unidos. Apesar de não haver uma lei clara no Brasil sobre isso, esse documento que teria sido assinado por Rose Miriam dá mais tranquilidade na hora da divisão dos bens. De acordo com Leão Lobo, o contrato assinado entre Gugu e Rose Miriam já é regulamentado há 40 anos nos Estados Unidos. 

 “A Rose nunca foi esposa do Gugu. Tem um contrato que eles fizeram em 2011. Pessoas podem assinar esse contrato, homem e mulher, qualquer sexo pode assinar”, contou Leão Lobo sobre a briga entre a família de Gugu e Rose Miriam

Publicidade

O que é o Contrato de coparentalidade? documento pode prejudicar Rose Miriam

No documento, as partes deixam claro que só estão juntas para ter filhos e que não existe sexo entre o casal. A única razão da união, através do Contrato de coparentalidade, é os filhos em comum, 

Publicidade

Publicidade

“Ninguém tá questionado a Rose, o desejo do Gugu foi escrito no testamento e merece ser respeitado”, disse ainda Leão Lobo, após a divulgação do Contrato de coparentalidade entre Gugu Liberato e Rose Miriam.  

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.