in

Ragnarok: de jogo online a seriado na Netflix

Omelete

Na mitologia nórdica, Ragnarök representa a escatologia nórdica, marcado por uma série de eventos que conduziriam ao fim do mundo. A palavra significa destino, referindo-se à última e decisiva batalha dos deuses contra os seus inimigos.

Publicidade

A partir desse contexto, a empresa americana Gravity Corp lançou o jogo em RPG, que tem feito um grande sucesso no mundo inteiro. Os cenários e gráficos têm chamado a atenção e conquistado cada vez mais o público, principalmente crianças e adolescentes.

Agora, ao pesquisar o nome Ragnarok nos trends do Google, é possível encontrar não apenas o jogo, mas também a série, que está ainda em sua primeira temporada e promete grandes emoções aos telespectadores.

Publicidade

Netflix surpreende ao criar série baseada em jogo de contexto nórdico

A história da série Ragnarok, do criador Adam Price, se passa na fictícia cidade de Edda, na Noruega, e conta com a presença de super-heróis. Ela é direcionada principalmente ao público adolescente, contando com a atuação de nomes como Jonas Strand Gravli, Theresa Frostad Eggesbø, Herman Tømmeraas e Emma Bones.

Publicidade

A série, cujo primeiro episódio foi exibido no último dia 31, é de criação original da Netflix. O drama, apresentado com contexto moderno sobre a chegada à idade adulta, tem como ambiente principal uma escola do ensino médio levando à mitologia nórdica.

Publicidade

Até o momento, Ragnarok conta com apenas seis episódios, que podem ser assistidos no Brasil através do serviço de streaming. A empresa ainda não revelou quando o próximo episódio será exibido.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.