in

Sulli, ex-integrante de grupo de K-pop é encontrada morta em casa e polícia tem uma suspeita

O mundo do K-pop está de luto. Nesta segunda-feira, a polícia confirmou a morte de Sulli, ex-integrante do grupo F(X). A cantora e atriz tinha 25 anos e estava em casa. Ela morava próximo de Seul, na Coreia do Sul.

Publicidade

O K-pop é um fenômeno sul-coreano que tem se espalhado por todo o mundo. As bandas de jovens com cabelos coloridos e muito gingado tem conquistado muitos fãs no Brasil. Algumas dessas bandas já se apresentaram no país.

Sulli integrou a banda F(X) entre os anos de 2009 e 2015. Ela deixou o grupo para se dedicar exclusivamente à carreira de atriz. No Instagram, ela conta com mais de cinco milhões de seguidores de diversas nacionalidades.

Publicidade

Polícia tem uma suspeita para a morte de Sulli

A polícia já tem uma suspeita em relação à morte de Sulli. A hipótese mais provável, mas ainda não confirmada, é de que ela tenha cometido suicídio.

Publicidade

Sulli, cujo nome verdadeiro era Choi Jin-ri, tinha 25 anos. Ela era amiga de Kim Jonghyun, volacista da banda Shinee, que morreu em dezembro de 2017, aos 27 anos. A morte de Kim causou comoção entre os fãs de K-pop.

Publicidade

Uma imagem do funeral do jovem chamou a atenção: o tributo prestado justamente por Sulli. Nas redes sociais, internautas lamentaram a morte de Sulli.

Internautas se despedem de Sulli

No Twitter, Sulli tornou-se o assunto mais comentado nesta segunda-feira (14). “Desejamos do fundo do coração que Sulli descanse em paz e possa estar em um lugar melhor. Nesse momento tão difícil, desejamos forças a todos que compartilham dessa dor”, comentou uma página dedicada a uma banda de K-pop.

“Sulli tinha depressão e vocês zombando disso é a coisa mais desumana que existe”, comentou mais uma seguidora, aos prantos.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!