in

Jô Soares tomou atitude de grande humildade no passado e vídeo emociona: ‘Fui eu’

Em desabafo, Jô Soares revelou coincidência que viveu após a morte da sua mãe.

Globo / BN

O apresentador Jô Soares faleceu na madrugada desta sexta-feira (5), aos 84 anos. A trajetória profissional do humorista fala por si só. Os anos em que comandou a bancada de entrevista, tornando-se um ícone da televisão brasileira, marcaram a vida do multiartista, que deixou as telinhas em dezembro de 2016.

Publicidade

Contudo, não foi apenas na vida profissional que Jô marcou o seu nome. Longe das telas, o apresentador mostrava o seu imenso coração e toda a humildade do mundo. Uma das provas foi na época em que perdeu a sua mãe, Mercedes Leal, após trágico atropelamento, à época com 70 anos, quando Jô tinha somente 30. 

No ano de 2015, em uma entrevista no formato de pingue-pongue, Marcelo Bonfá tocou no assunto. Discreto, mas sempre aberto ao assunto, Jô comentou os seus sentimentos sobre o taxista que acabou sendo o causador da morte de sua mãe.

Publicidade

Jô Soares comentou a morte da mãe em entrevista

Em seu relato, Jô Soares comentou que sua mãe morreu atropelada, em um dia de fortes chuvas. Segundo ele, o motorista do táxi não teve culpa do fato. Ainda, destacou a atitude do taxista de socorrer Mercedes e levá-la ao hospital. A morte, no entanto, foi inevitável para a idosa. 

Publicidade

Jô ainda relatou um acontecimento emocionante. Ele reencontrou o taxista dez anos depois do ocorrido, ao pegar um carro no aeroporto Santos Dumont. “Eu preciso dizer uma coisa para o senhor. Fui eu que atropelei sua mãe”, desabafou o taxista.

Publicidade

Comentando que sentia uma grande culpa no coração, o taxista disse a Jô que só conseguiria acabar com toda essa dor se ouvisse o perdão do humorista. Jô então deu uma lição de humildade ao perdoar o sujeito. “Eu te perdoo, você está mais que perdoado”, disse-lhe, agradecendo por todo o suporte que deu a Mercedes no dia do acidente fatal.

Publicidade