in

Jornalista da Band chora ao vivo ao noticiar sequestro: ‘fui vítima’

Enquanto detalhava o sequestro de uma motorista de aplicativo, Adriana Araújo relembrou a violência que sofreu

Foto: Reprodução Band

Ao vivo durante o “Boa Tarde São Paulo” exibido pela Band na última quinta-feira, 04, a jornalista e apresentadora Adriana Araújo se emocionou ao noticiar um caso de sequestro na zona oeste da capital paulista.

Publicidade

Na ocasião, uma motorista de aplicativo voltava para a casa por volta de uma hora da manhã, quando foi abordada por três homens.

Ao apresentar os detalhes da notícia, Adriana compartilhou com os telespectadores que já foi vítima de um sequestro no passado.

Publicidade

Com a voz embargada – detalhando o sequestro da motorista de aplicativo – a jornalista se emocionou ao tocar no assunto do trauma que viveu.

Publicidade

Segundo ela, foi vítima de um sequestro há cerca de 22 anos: “É incrível como esse trauma volta quando você vê uma situação dessas”, afirmou.

Publicidade

Adriana reforçou ainda sua torcida pela recuperação da motorista e afirmou: “Nós mulheres somos muito vulneráveis numa situação dessa”, disse ao reforçar que motivos como esse que existem poucas motoristas mulheres em aplicativos de transporte: “São poucas mulheres que se arriscam, que têm coragem de ir pra rua”, concluiu.

Recém chegada na tela da Band, Adriana Araújo fez carreira na Rede Globo, se destacando na Record TV, onde trabalhou durante 15 anos.

Com uma saída conturbada da emissora de Edir Macedo, após constatação de “fraude trabalhista”, a apresentadora foi contratada pelo canal da família Saad, onde segue a frente do “Boa Tarde São Paulo”, exibido para a cidade de São Paulo e parte do estado.

Publicidade

Escrito por Daniel Spagnuolo

Jornalista MTB 0090259/SP, apresentador e locutor.
Escrevo sobre TV e Famosos há 12 anos e hoje faço parte do podcast tvemais
Instagram https://instagram.com/danielbsn
Twitter: https://twitter.com/odanielbsn