in

Dani Calabresa diz que teve dificuldade em sua primeira cena íntima com Fábio Porchat

Atriz faz par romântico com o amigo de longa data Fábio Porchat na comédia O Palestrante.

Ique Esteves

A comediante Dani Calabresa assumiu que estava morrendo de vergonha quando teve que gravar sua primeira cena de sexo na carreira para o filme O Palestrante, que está previsto para estrear hoje (4) nos cinemas. O seu parceiro na ficção é o ator Fábio Porchat, que contribuiu para que a situação terminasse em muitas risadas.

Publicidade

Dani contou que apesar da vergonha que sentiu no momento, estava achando legal ser com Fábio. Eles são amigos há muitos anos e já tem uma certa intimidade um com o outro, além da confiança, que é fundamental para esse tipo de cena. Ela relatou que os dois davam muitas risadas quando estavam no set de gravações.

A humorista explicou que eles ficavam olhando um para o outro e não paravam de rir, o que tornava a situação ainda mais difícil. “Era difícil virar essa chave porque somos amigos, mas a gente é um casal no filme, temos que estar apaixonados. Fomos encontrando essa química e acho de verdade que funcionou. Está muito divertido, romântico e leve”, disse ela.

Publicidade

No longa, Guilherme, personagem de Fábio, é um contador que não tem muitas perspectivas na vida, é demitido da empresa e ainda é abandonado pela noiva, vivida por Letícia Lima. Ele vai até o Rio de Janeiro para resolver algumas coisas pendentes em relação ao seu trabalho anterior. Durante um impulso, acaba assumindo a identidade de Marcelo, um palestrante motivacional, que foi contratado para animar os funcionários da empresa da personagem de Dani Calabresa, com quem se envolve amorosamente.

Publicidade

Segundo Dani, o encontro dos dois acontece quando ambos estão tristes e desanimados com o rumo que suas vidas tomaram e é aí que a história começa a se desenvolver.

Publicidade
Publicidade