in

Justiça arquiva ação de Dani Calabresa contra Marcius Melhem; ela não queria ter mensagens expostas

A Justiça arquivou uma ação movida pela comediante, que pedia judicialmente para que Marcius fosse proibido de divulgar mensagens trocadas entre eles.

Divulgação/ Notícias da TV

Na quarta-feira (3), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu arquivar a queixa-crime realizada pela humorista Dani Calabresa, na qual ela tentava impedir que o ator Marcius Melhem divulgasse mensagens trocadas pelos dois antes dela formalizar uma denúncia de assédio moral e sexual contra ele. Além de Calabresa, outras sete mulheres também estão envolvidas no processo contra Marcius Melhem.

Publicidade

Vale destacar que a decisão do TJ-SP apenas arquiva o processo referente a divulgação de conversas de WhatsApp, desta forma, o processo envolvendo a denúncia coletiva de assédio contra Marcius Melhem continua em curso no Rio.

As informações a respeito do arquivamento da queixa-crime de Dani Calabresa foram divulgadas pelo portal de notícias Terra, que teve acesso à decisão assinada pelo juiz Fabricio Reali Iza, da Cara do Juizado Especial Criminal da Barra Funda (SP).

Publicidade

Medida cautelar proibia Melhem de divulgar mensagens trocadas com Dani

Publicidade

Segundo o Terra, no documento, o magistrado chegou a afirmar que, inicialmente, o ex-diretor chegou a receber uma medida cautelar que o proibiu de divulgar as mensagens que trocou com Dani Calabresa por meio de aplicativos de comunicação, como o WhatsApp. Agora, com a decisão de Fabricio, que optou por arquivar a ação, a medida cautelar pode ser revogada, já que ainda é preciso que o Ministério Público também decida pelo arquivamento.

Publicidade

Após a decisão, o Terra chegou a tentar contato com a assessoria de imprensa de Dani Calabresa, contudo, não obteve retorno até o momento deste publicado.

Publicidade