in

Pantanal – Tenório expõe passado e lamenta em profunda tristeza: ‘Eu devia estar debaixo daquele caminhão’

Vilão de Pantanal tem passado triste e preferia ter morrido a passar pelo que está passando.

Reprodução Gshow

Tenório vai fazer uma descoberta em Pantanal que o fará lamentar muito. O vilão descobrirá que foi enganado por Zuleica e que Marcelo não é seu filho biológico. O menino foi concebido antes de Zuleica conhecer Tenório. A paulistana sofreu um abuso.

Publicidade

A mulher decidirá contar toda a verdade ao ver o filho se aproximando de Guta, filha de Tenório. Como os dois seriam irmãos, nada poderia acontecer entre eles. Com Zuleica expondo tudo, o caminho fica aberto para o relacionamento entre os dois.

Diante do ocorrido, Tenório vai expor uma marca terrível do passado. Depois de expulsar Zuleica do quarto, revoltado por ter descoberto a verdade sobre Marcelo, o vigarista vai desabafar em profunda tristeza recordando o passado.

Publicidade

Tenório vai se lembrar do acidente que matou seus pais quando ele era criança. “Eu devia estar debaixo daquele caminhão”, dirá o fazendeiro rival de José Leôncio. Se tivesse morrido, argumentará para si mesmo Tenório, não teria passado pelo tormento que vive ao descobrir depois de muitos anos que não é pai de Marcelo.

Publicidade

Pantanal tem feito grande sucesso na tela da Globo

O remake de Pantanal tem registrado alta audiência em todo o Brasil. A novela adaptada por Bruno Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa, autor da trama original exibida pela TV Manchete, tem repercutido na internet. Os telespectadores estão amando a trama de Jove, Juma, José Leôncio, Maria Bruaca e companhia. Pantanal está programada para ir ao ar até outubro. A novela que vai substituí-la é Travessia, escrita por Glória Perez.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!