in

Em Pantanal, José Leôncio tem sua propriedade invadida por criminosos e fica sem chão: ‘os mardito vortâro’

Zé Leôncio ficará em choque ao se deparar com um rio de sangue em sua fazenda; ele chamará a polícia para conter a situação.

Foto: Reprodução/ TV Globo

Em Pantanal, José Leôncio será surpreendido por criminosos em sua propriedade. O fazendeiro acordará no meio da noite com barulho de disparos de arma de fogo e ficará desesperado. O pai de Jove ligará para os seus funcionários de São Paulo, avisará sobre a invasão e mandará chamar a polícia.

Publicidade

O Rei do Gado sairá no meio da noite para averiguar a situação. Preocupado com os animais, ele não verá outro jeito e terá que enfrentar os criminosos. Na ocasião, José Leôncio vai encontrar os animais abatidos e com marca de sangue. Ele perceberá que se trata de caçadores de animais e ficará furioso. “Tão caçâno… Tão caçano aqui nas nossa terra! (…) Ari… Ô Ari.. Ocê tá me orvîno? Os mardito vortâro, Ari”, dirá o fazendeiro durante uma ligação para o seu funcionário, Ari.

Logo depois, a Polícia Federal juntamente com o IBAMA conseguirá conter a situação. Eles conseguirão prender os criminosos e levarão os animais feridos para serem cuidados por especialistas. Durante a operação, a polícia lamentará a facilidade com que as pessoas têm para comprar armas e equipamentos para a caça ilegal. Um profissional chegará a dizer que a culpa é da flexibilização concedida pelo governo.

Publicidade

Juma dá detalhes de como será o seu parto e deixa Filó em choque

Publicidade

Nos próximos capítulos de Pantanal, Juma fará uma revelação que deixará Filó em choque. A mãe de Tadeu perguntará sobre o parto e a jovem revelará que pretende ter sua filha nas margens do rio. A dona de casa preverá uma verdadeira confusão, já que Jove não aceitará que a mulher-onça dê à luz em um lugar precário.

Publicidade

Durante a conversa, Filó revelará que quer participar do parto de Juma. No entanto, ela será surpreendida pela jovem que deixará bem claro que não terá sua filha na fazenda de José Leôncio. “Não vou ter meu fiote aqui”, disparará a filha de Maria Marruá. A dona de casa perguntará se ela terá a criança na cidade e Juma revelará que dará à luz da forma mais natural possível: na beira do rio.

Publicidade