in

Funcionária que fez acusações contra Juliana Paes admite que atriz paga convênio médico e lhe deu uma casa

Adriana admite ajuda da artista mesmo depois da demissão, que aconteceu esse mês.

Instagram Juliana/ Adriana

Adriana das Graças, ex-funcionária que acusou Juliana Paes de dispensá-la após o fim de uma licença por causa de uma depressão afirmou que ela ainda conta com a ajuda da famosa.

Publicidade

Segundo Adriana, ela trabalhou durante onze anos na casa da atriz e foi afastada no mês de novembro de 2021, no entanto, mesmo sem ter o vínculo trabalhista, ela continuava tendo o convênio médico pago. Ela ainda declarou que Juliana a ajudou quando ela precisou comprar uma casa.

O assunto veio a público após um vídeo em que Adriana aparece desabafando viralizar nas redes sociais ontem (30). O herdeiro da cozinheira, Alberto, foi o responsável por compartilhar as imagens. Na ocasião, ele escreveu que sua mãe trabalhou por mais de uma década na casa da atriz e sempre deu o seu melhor no trabalho. Porém, quando ela precisou ficar internada em um hospital psiquiátrico, devido a uma depressão, foi demitida pela atriz.

Publicidade

Depois que o vídeo repercutiu na internet, a assessoria de imprensa da famosa se manifestou rebatendo as acusações. A equipe informou que a colaboradora foi desligada das suas atividades nesse mês (7). “Juliana manteve Adriana trabalhando durante anos em tratamento da doença e indo além de suas obrigações como empregadora com ajuda médica e também financeira”, dizia um trecho do documento.

Publicidade

Durante entrevista para a revista Quem, Adriana declarou que sempre foi muito bem tratada pela família da atriz e que nunca tiveram nenhum conflito. Ela relatou que Juliana chegou a lhe ajudar a comprar uma casa, no início, era para ser apenas um empréstimo, mas a atriz nunca cobrou o pagamento de Adriana. “Quando chegou a hora de ela receber as parcelas, ela adiava. Mesmo assim, eu insistia, até que ela resolveu que era para eu deixar para lá”, afirmou.

Publicidade
Publicidade