in

Lua cheia, devoção e círculo de fogo: óbito de Daniella Perez acende dúvida de ritual macabro

Atriz Daniella Perez teve a vida tirada em um crime que chocou o país no início da década de 90.

REPRODUÇÃO/HBO MAX

A série documental que retrata o crime que tirou a vida de Daniella Perez (1970-1992) foi intitulado como Pacto Brutal por um motivo que se mostra claro. A mãe dela, Gloria Perez, e membros da polícia e do judiciário acreditam que o assassinato foi o desfecho de um acordo criminoso e um ritual macabro.

Publicidade

Os condenados pela morte da atriz foram Guilherme de Pádua e Paula Thomaz. Esse “sacrifício” da vítima contou com alguns elementos místicos, entre eles lua cheia, tatuagem, confecção de um círculo de fogo e até a devoção de divindades.

Assassinato de Daniella Perez

Todos os elementos macabros ou que tragam algum tipo de comprometimento envolvendo o casal, são trazidos à tona no quarto episódio do documentário. A série está disponível para assinantes do serviço por streaming HBO Max.

Publicidade

De acordo com José Muiños Piñeiro Filho, desembargador, mas que foi o promotor do caso, toda a relação de Pádua e Thomaz é ritualística, sendo que um dos mais significativos é uma tatuagem. O condenado tatuou o nome de Paula no pênis, já Paula o nome dele na região da virilha.

Publicidade

Durante as investigações, Guilherme de Pádua usou isso como prova, para dizer que era muito apaixonado pela esposa, que foi citada como possessiva e ciumenta em alguns depoimentos. Esse sentimento teria chegado ao seu ápice na noite do crime que tirou a vida da atriz. Mauricio Mattar atuou com ele em uma peça e disse que o colega de elenco tinha uma devoção exacerbada, assim como Paula.

Publicidade

Ritual pode envolver morte de Daniella Perez

“É ritual. Não tô dizendo magia negra, é ritual. Cada um na sua razão de ser, na sua psicopatia, sem limite“, falou o desembargador. No local onde ocorreu o assassinato, o corpo de Daniella estava dentro de um círculo demarcado com fogo. O dia do crime era a última lua cheia do ano e havia um arbusto por perto.

Publicidade

Escrito por Nado C.

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 10 anos, trabalho também como redator há cerca de 4 anos, o que fez despertar uma nova paixão e hoje também sou graduado em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .