in

Anitta usa polêmica com tatuagem para lançar perfume íntimo; especialistas alertam sobre os riscos do produto

Profissionais explicam que orgão genital feminino possui um pH ácido, o que dá ao órgão feminino um odor característico.

Instagram Anitta

Anitta anunciou hoje (28) que em breve vai lançar um perfume íntimo. Segundo a cantora, a colônia denominada Puzzy é uma oportunidade para que ela aproveite para obter lucro com a polêmica sobre a sua tatuagem no ânus.

Publicidade

Apesar de o comércio de sabonetes e outros tipos de cosméticos ser algo comum no mercado, especialistas alertam que a região íntima da mulher possui um odor característico, o que é perfeitamente normal e não indica nenhum problema. Vale ressaltar ainda, que o odor não tem nenhuma relação com a falta de higiene.

Os ginecologistas afirmam que apenas o uso de água e sabonete neutro são suficientes para cuidar da região. Durante entrevista para o G1, a ginecologista e obstetra Mariana Lemos Osiro afirmou que a vagina é autolimpante, logo, não existe a necessidade que seja lavada por dentro. “Você pode usar um sabonete neutro e água na parte externa, na vulva”, disse a profissional.

Publicidade

Flávia Fairbanks, que também é especialista na área, afirmou que qualquer coisa que a mulher faça a mais que isso, pode causar alterações nos mecanismos de defesa. Uma vez que essa proteção natural é quebrada, o organismo fica exposto para adquirir infecções, bactérias e fungos.

Publicidade

A sexóloga Carolina Ambrogini explicou que ainda tem muitas pessoas que pensam que a região íntima seja algo sujo. Por causa disso, as mulheres acabam exagerando nos cuidados ao lavar, e alteram o PH natural. Segundo ela, a flora vaginal é muito sensível, e está mudando constantemente. Logo, é preciso ter cuidado com a limpeza em excesso, além do uso de antibióticos e sexo excessivo.

Publicidade
Publicidade