in

Pantanal: ao lado de Eugênio na chalana, Bruaca paga de superada para Tenório e Zuleica: ‘Nunca tive marido’

A dona de casa ficará mexida ao ver a enfermeira ao lado do ex, mas não dará o braço a torcer.

TV Globo

Nos próximos capítulos da trama global do horário nobre, Maria Bruaca vai se recusar a encarar a cara de pau de Tenório no folhetim. A pantaneira será expulsa de casa pelo crápula e começará a trabalhar na chalana de Eugênio. Ela afirmará que não está disposta a negociar com o ex-marido, quando vê-lo ao lado de Zuleica.

Publicidade

A mãe de Guta começará no novo emprego assim que a mãe de Marcelo chegar no Mato Grosso do Sul. Quando colocar os olhos na enfermeira, a dona de casa pegará uma arma para atirar nela. Porém, a bala desviará seu curso e quase acertará Tenório em cheio. Irado, com a atitude ousada da mulher, o vilão ordenará que ela saia de casa imediatamente. Antes de fazer isso, ele apenas dirá para que Eugênio dê uma carona para a mulher adúltera.

O personagem de Almir Sater cumprirá a ordem. No entanto, a dona de casa não tem nenhum lugar em que possa se abrigar, pois, ela mal saia de casa, e, devido a isso, não tem amigos e nem parentes próximos no bioma. Com pena da mulher, Eugênio fará uma proposta para a amante de Alcides: ela o ajuda com as vendas, em troca de comida e moradia na chalana.

Publicidade

A pantaneira ficará contente com a oportunidade, e ficará conhecida como Maria Chalaneira. Mas, quando Maria se deparar com Tenório e Zuleica em um clima de romance na margem do rio, dirá que eles podem passar direto.

Publicidade

Maria ficará mexida com a cena, mas manterá uma postura firme, dizendo ao patrão que eles não vão encostar o barco. Eugênio rebate que o marido dela está esperando por eles. “Eu passei uma vida inteira esperando. Eles que esperem um pouco mais. Eu não tenho marido. Nunca tive! Tive dono. Marido, nunca na vida!”, argumentará a personagem de Isabel Teixeira.

Publicidade
Publicidade