in

Mulher de ex-jogador do Corinthians passa mal durante velório do marido; ela não resistiu

A esposa do atleta acabou se sentindo mal e chegou a ser socorrida, mas não sobreviveu.

Foto: Acervo XV

O ex-jogador do Corinthians, Ademir José Gonçalves, morreu na noite desta última sexta-feira, 22 de julho. O ex-atleta tinha 75 anos e faleceu na cidade de Santa Bárbara d’Oeste, São Paulo. De acordo com a informação da prefeitura do município, a esposa do homem, Elisabeth Bagnoli Gonçalves, acabou passando mal durante o velório do marido e também morreu.

Publicidade

Ademir Gonçalves atuou como secretário municipal de Esportes de Santa Bárbara durante as gestões do ex-prefeito José Maria de Araújo Junior. Como jogador de futebol, ele atuou no União Agrícola Barbarense, no Corinthians, Guarani e XV de Piracicaba. A causa do falecimento do atleta não chegou a ser informada pela prefeitura.

Já a esposa de Ademir José, não se sentiu bem durante o velório. A mulher foi socorrida e encaminhada ao hospital do município, porém acabou não resistindo após sofrer um infarto. Elisabeth faleceu durante a madrugada deste último sábado, 23 de julho. O jogador indicou sua trajetória no futebol participando das categorias de base do clube chamado União Barbarense.

Publicidade

Inclusive, Ademir era zagueira e foi campeão paulista jogando pelo Corinthians no ano de 1977. O título conquistado na ocasião deu fim ao jejum de 23 anos do clube de São Paulo. Ele finalizou sua trajetória no futebol jogando no União Barbarense no ano de 1984. O governo municipal da cidade de Bárbara d’Oeste fez questão de emitir um comunicado lamentando com profunda tristeza a partida do atleta que era muito querido no local.

Publicidade

O corpo do jogador recebeu as últimas homenagens no Velório Municipal Berto Lira. Já o enterro ocorreu no começo da tarde deste sábado (23). Não foi divulgado detalhes sobre o velório e sepultamento da esposa de Ademir que faleceu após passar mal durante velório do esposo. O casal deixou dois filhos, Bruno Bagnoli Gonçalves e Gustavo Bagnoli Gonçalves.

Publicidade
Publicidade