in

Ex-ator de Power Rangers é condenado à pena máxima por crime brutal

John Julius Jacobson Jr foi condenado à pena de morte por ter tirado a vida de dois velejadores em 2004.

Divulgação/Observatório dos Famosos

O ator John Julius Jacobson Jr., que se tornou conhecido por integrar o elenco de Power Rangers (1993), foi condenado à pena de morte por assassinar dois velejadores. O crime aconteceu em Newport Beach Harbor, na Califórnia, Estados Unidos, no ano de 2004.

Publicidade

Na época, o casal Tom e Jackie Hawks foi atacado pelo ator, sua esposa e mais três pessoas. As vítimas foram abordadas, no intuito de assinarem um documento, passando o direito de propriedade de um iate ao criminoso. Os dois foram amarrados em uma âncora e arremessados ao mar, ainda vivos. Os corpos não foram encontrados.

Após investigação, Alonso Machain, que participou do processo do crime chocante, foi condenado a duas décadas de prisão. A esposa de John Julius, Jennifer DeLon, e Kennedy foram condenados à prisão perpétua, sem possibilidade de condicional.

Publicidade

Outro ex-ator de Power Ranger foi acusado de assassinato

John Julius não foi o único ex-ator da série Power Rangers a ter problemas com a Justiça. Em 2015, Ricardo Medina Jr., que deu vida ao Power Ranger vermelho no seriado, foi preso após ter sido acusado de matar um amigo com um golpe de espada.

Publicidade

O artista estava com a namorada, quando se desentendeu com Joshua Sutter, por motivos que não foram divulgados. Irritado, ele chegou a se trancar no quarto com a companheira, contudo, Sutter entrou à força no local e a briga continuou. John acabou atingindo o amigo com um único golpe fatal de espada no abdômen. Dois anos após o crime, Ricardo Medina confessou ter sido o culpado pela morte do amigo.

Publicidade

Publicidade