in

Band é acusada de crime no programa do Faustão e pode perder fortuna milionária, diz jornalista

Emissora estaria sendo acusada por ter cometido o crime de plágio e jornalista diz qual seria o valor cobrado pelos supostos danos.

Band / Reprodução

O programa Faustão na Band estaria sendo acusado por uma jornalista pelo crime de plágio ao ter lançado o quadro Hora da Decisão. A notícia foi divulgada pela coluna da jornalista Fábia Oliveira, do site Em Off. O canal do apresentador Fausto Silva estaria sendo processado e pode perder uma fortuna de milhões, caso seja condenado na Justiça.

Publicidade

De acordo com o site, o objetivo do quadro Hora da Decisão seria eleger um novo astro da música sertaneja. O vencedor da competição irá levar para casa um contrato de um ano com uma gravadora brasileira. Além disso, Faustão dará para o melhor cantor ou cantora a chance de abrir o show de grandes nomes do sertanejo. 

Contudo, a jornalista Patrícia Morais estaria processando a Band por ter supostamente copiado um projeto seu que já existiria para o programa do Faustão. O caso se enquadraria no crime de plágio e o valor cobrado pela profissional foi divulgado pelo site Em Off. O portal informou que o nome do projeto é The Best Brasil, que teria sido copiado pelo Faustão na Band recentemente.

Publicidade

Jornalista diz que teria sido roubada pela Band e pede fortuna por plágio, afirma site

Patrícia afirmaria que teria enviado uma proposta idêntica para a Band, em dezembro de 2021, um mês antes da chegada de Faustão no canal. A primeira aparição de Fausto Silva na Band foi na virada do ano de 2021 para 2022, quando ele apareceu no dia 1º de janeiro falando sobre as novidades do canal.

Publicidade

O site Em Off disse que a Band teria afirmado para Patrícia que já haveria patrocinadores para apoiar o projeto musical. Entretanto, apesar de as conversas terem supostamente avançado, nunca foi assinado nenhum tipo de contrato com Patrícia. 

Publicidade

Ao assistir o Hora da Decisão, a jornalista teria afirmado que a ideia seria idêntica àquela apresentada no ano anterior para a Band. A jornalista teria dito que a Band tentou jogar a responsabilidade pelo programa no Faustão. Hoje, a emissora não atenderia mais suas ligações. Patrícia teria, ainda, afirmado no processo que foi “roubada e usurpada”. O valor que ela cobraria como indenização é de R$ 10 milhões.

Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.